Cocriação e experiências turísticas : um estudo em canais de distribuição de turismo do Brasil

DSpace Repository

Cocriação e experiências turísticas : um estudo em canais de distribuição de turismo do Brasil

Show full item record

Title: Cocriação e experiências turísticas : um estudo em canais de distribuição de turismo do Brasil
Author: Monteiro, Jurema Camargo
Description: Dissertação (mestrado)—Universidade de Brasília, Centro de Excelência em Turismo, Programa de Pós-Graduação em Turismo, Mestrado Profissional em Turismo, 2016.Esta dissertação tem como objetivo analisar como a cocriação é aplicada por empresas de distribuição do turismo na comercialização de produtos e serviços que têm como finalidade proporcionar experiências ao turista. Cocriação é entendida neste estudo como a interação entre o consumidor e o produto e/ou serviço a ser adquirido em um processo que gere valor para os envolvidos. A pesquisa fundamentou-se teoricamente em uma discussão acerca do turismo e da cocriação, na perspectiva da economia de serviços e da experiência, da inovação e da tecnologia. Metodologicamente, o trabalho consiste em uma pesquisa exploratório-descritiva com abordagem qualitativa. Realizou-se um estudo de caso de caráter comparativo no qual foram combinadas uma pesquisa bibliográfica e um levantamento de campo com entrevistas semi-estruturadas junto a gestores de duas empresas de distribuição do setor de turismo, sendo uma operadora e uma agência de viagens. Os resultados permitiram identificar os elementos e passos da cocriação que, resumidamente, relacionam: a empresa, suas atividades e seus empregados, aos produtos e serviços oferecidos e aos processos de gestão. Verificou-se que a operadora apresenta-se como uma empresa de grande porte, atacadista, e em seu trabalho evidencia-se que a cocriação está relacionada à valorização da tecnologia. Sua visão de empresa está centrada no produto e mais relacionada à geração de maior valor de troca - preço. Já a agência de viagens é uma empresa de pequeno porte, varejista, que valoriza o diálogo com seu cliente, alinhando-se à visão de empresa centrada no consumidor, gerando maior valor de uso - experiência. Foi possível comparar a aplicação da cocriação por ambas as empresas: para a operadora a experiência do turismo está associada à alta intensidade de tecnologia, porém com baixa intensidade de cocriação; na agência a experiência está associada a alta intensidade de cocriação, com restrições quanto a intensidade de tecnologia. Pode-se concluir que a agência apresenta maior presença de cocriação frente à operadora. _______________________________________________________________________________________________ ABSTRACTThis dissertation aims to investigate how tourism distribution companies in the market of products and services, which provide experiences to the tourist, apply the co-creation. In this paper, co-creation is understood as the interaction between the consumer and the product and/or service to be acquired within a valuable process for both sides. The research is theoretically founded in a discussion regarding tourism and co-creation, in an economy of services and experiences, innovation and technology perspective. As to the methodology, the study consists in an exploratory and descriptive research with a qualitative approach. We carried out a comparative case study, in which a bibliographical research was combined with a field survey with semi-structured interviews with the managers of two tourism sector distribution companies, one a tour operator and the other a travel agency. The results allowed us to identify the elements and steps of co-creation, which, in brief, relates the company, its activities and employees to the products and services provided and to the management processes. It has been noticed that the tour operator presents itself as a large-scale company and wholesaler; through its work is evident that the co-creation is related to the valorization of technology. Its company vision is centered in the product and it is more associated with a higher creation of exchange value – price. On the other hand, the travel agency is a small-scale company and retailer, which values the dialogue with the client, aligning its company vision centered in the consumer, generating higher value in use – experience. It was also possible to compare the application of the co-creation between the two companies. To the tour operator, the tourism experience is associated with a high intensity of technology; however, a low intensity of co-creation. In the travel agency, the experience is associated with the high intensity of co-creation, with restrictions regarding the intensity of technology. It may be concluded that the agency presents a higher co-creation presence than the tour operator.
URI: MONTEIRO, Jurema Camargo. Cocriação e experiências turísticas: um estudo em canais de distribuição de turismo do Brasil. 2016. 111 f., il. Dissertação (Mestrado Profissional em Turismo)—Universidade de Brasília, Brasília, 2016.
http://repositorio.unb.br/handle/10482/19739
Date: 2016-04-20


Files in this item

Files Size Format View

There are no files associated with this item.

This item appears in the following Collection(s)

Show full item record

Search DSpace


Browse

My Account